4 de dezembro de 2016

Discordâncias entre médicos

Se tem algo que nos desgasta profundamente é o cabo de guerra entre médicos. Sempre um desaprova o outro, e fico pensando: Discordar é fácil, porque não faz melhor?
Essa atitude confunde a cabeça da gente e cansa. Não queremos mais dúvidas queremos soluções. Às vezes nos sentimos meio "joão bobo" dos outros. Acho até que por parte de alguns há uma prepotência enorme, e nem deveriam se meter em áreas que não são deles.
Não generalizo aqui todos, nem estou falando mau de médicos, mas conto nos dedos aqueles que possuem atitudes éticas, humanas, generosas e até respeitosas. Quantas vezes me senti marionete correndo com a minha filha por tantas informações desencontradas ou erros inaceitáveis que só prolongaram situações que nem deveríamos passar?  Desde que a minha filha nasceu corri onde pude e a pessoa vira e fala pra mim que tá tudo errado? 
Não sou médica... Sou mãe! Isso não me impede de perguntar, questionar e pesquisar (nos lugares certos). 
Muitas vezes é difícil acreditar em uma pessoa que fala uma coisa em uma consulta e fala outra em outra sobre a mesma questão. Mas o fato é que se atrapalhar mais do que ajudar vou questionar a atitude dele. O importante é cuidar das coisas que precisa, e sei que essa guerra é rotina entre eles. 

(Adriana Silva)


Nenhum comentário:

Postar um comentário