25 de abril de 2016

As dificuldades que nós mães cuidadoras adquirimos com o tempo.

Amo cuidar da minha filha. Amo brincar, ser amiga, ser criança, ser filha.... Amo ver ela bem arrumadinha, cheirosa, alimentada e feliz! Não faço mais do que a minha obrigação. Faço mais do que faço a qualquer outra pessoa - até a mim mesma, porque ela não sabe fazer por si. Cobro dela algumas coisas dentro do que sei que ela pode, incentivo, ensino e sei até onde ela pode ir. Cada dia é um pouquinho.
Jamais vou reclamar de ter que fazer isso. Já estive doente, de cama, com o " pé na cova" e mesmo assim fazia me arrastando.

E posso estar ruim, velhinha, de muleta, seja como for vou fazer! Vou tirar forças até de onde não tiver sempre olhando para Deus porque é ELE que sempre me conduziu até aqui.
Mas confesso que a cada ano que passa fica mais difícil. Porque ela está crescendo, ficando mais pesada. Eu que nunca sentia dor constantemente fico com dor na lombar. Enfim, a gente que é mãe suporta tudo. Mas é uma maratona.
Jamais vou chegar aqui e ficar reclamando. O que faço é escrever, é desabafar porque sei que muitas mamães passam pelo mesmo. 

Meu marido percebendo talvez um desgaste meu, ele me ajuda. Eu nem peço. Enquanto dou banho na Jaque ele troca as roupas de cama, joga as roupas suja no cesto. Ele percebe que quanto mais eu ficar curvada mais dor vou sentir.
Nós temos o tempo tão corrido, não temos tempo para nós. Outro dia eu vi uma mãe que está ficando corcunda de tanto pegar o filho colocar na cadeira, tirar da cadeira, e vi a expressão dela de dor, cansaço. A conheço a anos e quando a vi até estranhei.
Sinto que todas nós precisamos de um suporte postural, orientação para nós mesmas. Porque para eles desde que eles nascem estamos cercadas de recomendações e sabemos de cor e salteado.

Assim como nossos filhos possuem as limitações físicas deles, nós mães, cuidadoras vamos adquirindo coisas que não gostaríamos, mas por esforço repetitivo é inevitável.
Não vejo em lugar algum uma preocupação com os cuidadores e mães. Até na internet fiz buscas e vi apenas para cuidadores de idosos, no google idem. Será que os cuidadores não precisam de cuidados também?
Não vejo esforço nem preocupação com o nosso bem estar, e nós estamos tão cansadas... Quem tem condições pode se cuidar de alguma forma. E quem não tem? 

Fica a reflexão.


(Adriana Silva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário