22 de fevereiro de 2016

Coisas que acontecem durante uma consulta médica

Aprendi me posicionar mediante a tantos residentes pelos quais a Jaque é atendida. Como em todo lugar, há profissionais excelentes, mas tem uns.... que só por Deus! Também já me senti uma perfeita "idiota" com médica que acha que nós mães somos incompetentes ou não fazemos nada direito!
Durante a consulta, a médica disse:
- O valor dos triglicérides, colesterol dela estão alterados. Tem que dar menos carboidrato.
Eu disse:  - Mas ela está em tratamento pra ganho de peso com dieta hipercalórica + suplemento e por isso as taxas estão altas. Você viu no prontuário?
(Eu rindo por dentro, pensando : até isso eu tinha que pedir, não era mais fácil ela ler antes?)

Eu disse:  - A Nutricionista que a acompanha disse que apesar das taxas estarem alteradas não é nada muito acima, e é melhor ficar um pouquinho acima mas ela não ter defasagem de peso nem desnutrir de novo, e no caso dela sempre tem que equilibrar o que é melhor, e essas taxas subiram não porque ela come coisa gordurosa, e sim por causa do tratamento. Mas essa coisa da alimentação é a Nutricionista que decide. Se ficar muito mais acima do que vem apresentado, fazemos alterações.

Ai ela disse: Ah to vendo aqui.

Falei todas as minhas anotações, mostrei relatórios de outros médicos, anotações de controle de pressão arterial e ela foi discutir o caso com a médica chefe e fiquei esperando. Quando ela voltou ela começou falar (em grego, aramaico, chinês, kkk), explicando termos como se eu fosse uma colega de profissão dela.Eu fazendo aquela cara (hein) e ela percebeu.
Ai ela começou falar a minha língua. Ela me passou os papéis do retorno, exames e próxima consulta. Agradeci, e saí. Mas só saio quando todas as informações foram passadas e dúvidas idem. Apesar de uns altos e baixos minha filha sempre tem o atendimento que precisa e sei que não existe perfeição em atendimento algum e nem tem como. Mas acho que a cada dia aprendo algo.

Eu procuro não me desesperar, eu levo tudo organizado, e isso agiliza e facilita a consulta. Com o tempo ficamos craques nisso. Passamos a pensar em possibilidades de nossos filhos não passar por desgastes desnecessários, e por exemplo ao marcar algum exame ou procedimento eu digo: Vou antes falar com a Cardiologista dela, será que ela pode fazer isso? Vou falar com a pessoa que faz esse exame antes. Mas é claro que nosso posicionamento só evoluiu depois que passamos por situações e erros, e é assim que ficamos mais experientes, salvo sob novas situações que acontecem e não temos como controlar, mas no final tudo dá certo.

Adriana Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário