27 de fevereiro de 2015

Cansaço X Força

A Jaqueline já passou muita coisa na vida dela. Eu acredito muito na força dela, no jeito lindo que é feliz. Ao mesmo tempo sou realista, mas não sou pessimista. O que posso fazer por ela é sempre o meu melhor, e fazer tudo pra cuidar dela, com essas coisas que vão aparecendo.
Hoje a médica me disse: Você foi premiada: Sua filha tem Síndrome de Turner e Paralisia Cerebral e isso não é fácil. Como você lida com tudo isso?
Eu respondi: Lido normalmente. Não vou mentir, às vezes não é fácil. Mas a trato de forma natural mesmo não tendo uma rotina normal, faço tudo que está ao meu alcance e fora dele também.
Ao invés de me revoltar com as coisas, eu fico me perguntando a cada coisa que passei e passo: Será que eu vou conseguir dar conta de tudo isso? (Essa sempre foi a minha maior preocupação). Não tenho medo de lutar, e nem sempre sou uma heroína. Tenho meus momentos de fragilidade, tenho meus momentos de lágrimas, mas também tenho minhas " voltas por cima" e são elas que fazem a diferença em nossa luta de mãe especial.
Ao contrário do que muitas pessoas pensam não somos de aço. Sentimos dor, sentimos cansaço. Lutamos contra os nossos próprios limites. Vamos além do que podemos suportar. Por necessidade. Por amor. Muitas vezes um tempinho que temos pra nós é um alívio. Não que nossos filhos sejam pesos, mas é que precisamos colocar a cabeça pra fora da água de vez em quando pra respirar.
O mais importante pra mim é ver minha filha feliz. E tenho feito o possível e além das minhas forças pra cuidar dela. Não sou perfeita, mas faço tudo com amor...

(Adriana Silva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário