15 de setembro de 2014

O uso sábio do nosso tempo

Muitas vezes usamos o nosso tempo em coisas que não são necessárias. Por mais coisas que temos a fazer, nos apegamos ou nos viciamos em hábitos, coisas e pessoas de forma errada.
Quando nos damos conta de certos danos, percebemos quanto tempo precioso perdido jogamos fora!
Eu por exemplo estava há algum tempo em uma rotina que me sugava. 
Sempre dou um basta em coisas que começam a prejudicar minha vida. Hoje, lido melhor com isso. Então foi o que fiz: Dei um "Stop" em algumas coisas desagradáveis que fazem mal, ficavam rondando e roubando a minha vida.

A partir daí vi quem realmente eu era antes e voltei a ser. Agora livre dessas "assombrações" respiro mais aliviada e grata por perceber certas coisas. Por de fato encontrar a minha paz comigo mesma e com a minha família que está sempre comigo. Passo mais tempo com a minha filha, e vejo a felicidade estampada mais ainda no rostinho dela. Me dedicando a coisas que estavam paradas e assim ficavam porque eu usava o meu tempo com situações erradas.

Há coisas que temos que as pessoas jamais terão e nem saberão como é. A gente aprende a usar o nosso tempo pra ter uma felicidade real. A rotina pode ser diferente, mas voltar a passear e ficar o dia inteiro fora com nossa família não tem preço. Voltar a respirar novamente é muito bom depois de um estado de "gripe". O vírus todo saí e percebemos o quanto é valioso o nosso tempo. 

O tempo deve ser um ganho e não uma perda. A melhor coisa é a gente virar as costas pro tempo perdido, como se ele nunca tivesse existido, e sim ter aprendido que o daqui pra frente é o que importa. Tempo pra ser mulher real, pra ser mãe e esposa. Tempo que sugaram mas a tempo cortamos a sombra desnecessária do nosso caminho, que cortava a capacidade de viver a vida de verdade.

O que as pessoas pensam é de responsabilidade delas. Hoje em dia as pessoas perdem muito tempo pensando e tendo uma visão errada de tudo mesmo. Acham que sabem e não sabem nada. Não há equilíbrio nem amor ao próximo. Elas julgam mas não olham as suas loucuras.  

A gente percebe que deve deixar de visitar certos lugares poluídos e esquecer pessoas. Nos ocupar de quem precisa de nós, por exemplo ficar com nossos filhos que já precisam mais de nós do que a maioria das pessoas. Essas pessoas por algum acaso ajudam? Tenho certeza que não. Então não devemos mais nos deixar influenciar por ambientes que não nos favorecem.

Obstáculos? Todo mundo tem. Porém esses nos deixam mais fortes. Nada é mais importante do que a família, e certos enganos servem pra percebemos que temos tudo ao nosso lado. 

Adriana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário