13 de agosto de 2014

As respostas que as pessoas tem na ponta da língua.

Dificilmente eu tenho problemas com funcionários do hospital que levo minha filha. Mas hoje aconteceu o seguinte:
Entreguei o pedido médico do exame dela, e grampeado estava uma outra folha com as consultas médicas e o agendamento do tal.
A mesma que pegou a ficha da minha filha e disse pra eu aguardasse, minutos depois chama o nome dele e diz: - Senhora sem o pedido médico a Jaqueline não pode fazer o exame! (Claro que eu sei disso, jamais levaria ela pra fazer um exame sem o pedido médico).
Eu rebati: Mas o pedido está grampeado.
Ela disse: - Não está, a senhora não trouxe!
Eu disse: - Claro que trouxe, alguém tirou, olha o buraco que ficou no papel. Alguém tirou!
Ela disse:  - Quem tirou? Você viu alguém mexer?
Eu disse: - Não vi, mas lembro que entreguei à senhora quando cheguei.
Avistei o pedido médico perto do mouse e disse: - É aquele ali!(Reparei porque vi o pedido de urgência).
E só aí depois de minutos que eu havia chegado que cadastraram ela.
Apesar disso, a tratei com educação porque sempre precisamos das pessoas. Ao mesmo tempo que as pessoas são pagas pra estarem ali. Só acho que é fácil dar resposta na ponta da língua e não prestar atenção ao que faz ou aquela voz alta ninguém merece!
Eu poderia ter dado queixa na ouvidoria mas não fiz.Estava concentrada no exame da minha filha. Só de ela ter percebido o erro dela, acho que vai prestar mais atenção. E não terá próxima vez. Se acontecer alguma coisa novamente, darei queixa.
Mas o pedido de desculpas não veio, e eu sentei. Uma outra mãe olhou pra mim e acenou com a cabeça tipo dizendo: Que arrogância!
Sei que errar humano. Mas humildade e humanidade não faz mal a ninguém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário