24 de julho de 2014

O que importa de verdade!

Quando você pensa que a vida tá lotada demais de coisa pra fazer, pra correr, vem mais!
Hoje fiquei zonza, num misto de arrasada, de ufa, vamos em frente, correr pois tem onde cuidar.

Só eu sei como é ser mãe da Jaqueline. Com muito amor é claro, nunca reclamando de nada, mas com muitas responsabilidades também, e fico conversando sempre com Deus, pois sei que vou ter capacidade pra correr atrás de tudo que precisa ser feito. Eu e meu marido. Só que não é fácil. E ainda tem muita gente que fica bitolado no seu mundinho exigindo coisas da gente, que fica reclamando da vida, mas não para pra pensar que muitas vezes a nossa rotina exige coisas de nós que a gente chega a zerar as energias e mesmo assim a gente corre, fica de pé, e não vai incomodar ninguém mesmo que precise.

Desculpe. Posso ser egoísta. Mas a minha filha precisa 100000 por cento de mim. Ainda assim tiro tempo pra ajudar quem sabe pessoas que nem conheço. Muitas que eu conheço são ingratas mesmo. Mas quem precisa eu ajudo de todo coração e nos piores momentos vou estar lá. Pois nos melhores delas, elas não me escolheram. E eu quando estive no meu pior muitas se afastaram.

Então, eu confio fortemente naquela frase que sempre me dizem: Deus não escolhe os capacitados e sim Capacita os escolhidos!
Mas agradeço por ter o Hospital das Clínicas que posso cuidar dela da melhor forma. Imagina se eu não tivesse?
Quantas vezes eu me perguntei: Porque eu fui ter uma filha Turner e junto com isso ainda PC?

É tanta informação, é tanta coisa pra fazer que eu ficava perdida e pensava: Será que eu vou conseguir?

Graças a Deus, só Deus e nós aqui em casa sabemos como temos conseguido. E sempre agradecemos por ela estar aqui. Por sempre ter amor pra dar e receber dela, por ainda apesar da luta encararmos ela com respeito e naturalidade, mesmo a rotina não sendo natural. Pra sempre agradecer e olhar para os lados e ver pessoas que se deslocam de lugares longe, super pobres, sem carro. A gente tem um velhinho mas temos. E quem não tem?

Por isso eu nunca reclamo. Às vezes eu choro pra pegar fôlego, mas eu sempre serei forte. Porque sei que Deus está me guiando.... E sei que se ela está aqui não é por acaso.

Já passamos muitas coisas, já sofremos muito. Mas ela está aqui. Feliz e saudável. Isso que importa! O que importa é o sorriso da minha filha!

(Adriana)

Nenhum comentário:

Postar um comentário