5 de junho de 2014

Nossos filhos não são E.T.S!

Eu fui criada de uma forma tão diferente que quando vejo essas crianças mal educadas, que tudo chora, tudo pede, tudo quer, não tenho paciência. Até saio de perto! Não suporto criança que mexe em tudo.

Sei que criança olha mesmo pra Jaque a vendo na cadeirinha. Mas não vem me dizer que criança não sabe o que faz pois sabe.

 Hoje estava sentada com a Jaque na praça de alimentação dando um lanche pra ela. Daí uma menina olhou, deu a volta por toda mesa, e eu encarando ela. A mãe dela percebeu, ficou super constrangida, e pegou ela pelo braço e foi pra onde ficam os brinquedos.
Daí a pecinha volta e fica olhando. E eu encarando. Até que ela se tocou e saiu.

Isso quando algumas juntamente com os pais sentam nas mesas reservadas e ficam girando na cadeira.
Outro dia educadamente pedi pra sentar ali. A mulher fez cara feia... O mal exemplo vem dos adultos também.
Em outra ocasião um grupo de jovens estavam sentando na mesa especial, mas eles se tocaram, uma pediu desculpas que sabia que estava errada, e deu o lugar e foi sentar na do lado.

Eu fui criança, e naquela época era muito difícil ver crianças cadeirantes em lugares sociais, no entanto mesmo muito pequena minha mãe me educou de uma maneira e eu sempre tive uma mente adulta. Acho que os pais sequer dão educação pros filhos quem dirá explicar coisas e dar limites à eles. Na minha época se a minha mãe me olhava feio eu já entendia. Pedir as coisas? Sabia que não tinha dinheiro, e se pedia, ouvia a frase: A gente conversa em casa! Mexer nas coisas? Jamais.

Então essa educação de hoje está muito equivocada. Aliás o Brasil é um País sem educação mesmo. 

Daí você vai me falar que eu poderia ter tido outra atitude. Poderia. Conheço mães que quando percebem que seus filhos estão sendo observados elas perguntam: O que que foi? Tá olhando o quê? Eu sinceramente nunca fiz isso. Eu poderia ter fingido que não vi como faço sempre, agindo normal, pois assim as pessoas vão ver que a gente trata normal. Não me incomodo, pois o que quero é ver minha filha feliz. O fato é que as pessoas olham como se vissem um E.T.


(Adriana  29.03.2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário