24 de maio de 2014

Fazendo a nossa parte, sem desespero.

Eu me pergunto quem, o que e quais coisas valem a pena. A minha vida é corrida. Mesmo assim, a gente se desgasta com pessoas, situações e coisas que não valem a pena. Tento ao máximo conciliar minha rotina de levar a Jaque em terapias, cuidar da casa, compromissos da escola, e minha rotina de cuidados comigo mesma como mulher para meu bem-estar. Confesso que gostaria de ser de ferro... Mas consigo. Hoje, não me cobro e como a minha dedicação é total a minha filha eu faço como dá, dividindo as tarefas pra cada dia. Nem sempre programo tudo, mas estabeleço o que é prioritário e o que pode esperar. Então, na próxima oportunidade faço. Sou perfeccionista, mas penso comigo que não tenho que ser perfeita. Então, o que me faz esquecer coisas que me chateiam é a minha rotina corrida, é me cuidar, e nem por isso negligencio nada. Acho importante e sempre fui uma pessoa vaidosa, e encaro isso como estar bem comigo mesma. Sendo assim, sou melhor a quem me rodeia.  Faço questão de cuidar da minha filha como gostaria de ser cuidada e ser dedicada em tudo que faço de modo que fique bem feito. Se for pra fazer de qualquer jeito nem faço.

Mesmo assim, acontecem coisas pequenas que fogem ao nosso controle. Ao invés de me culpar, eu procuro uma alternativa. Há algum tempo a jaque apresenta alguns quadros clínicos que se repetem e como fui orientada por uma pediatra, faço as coisas até melhorarem. Uma é a dermatite na cabeça, que forma umas casquinhas, e como fica em cima do bulbo capilar onde existem vários fios, quando essa casquinha está secando, ela coça e vira uma feridinha. Só que estas aumentam de tamanho, e parecem volumosas devido a esse bulbo. Cansada de passar a pomada sem sucesso, comecei a passar um Óleo que usei na cicatriz da cirurgia da Jaque. Melhora muito, e vai sarando aos poucos. A pomada resolveu numa situação anterior, mas agora irrita mais. Nem por isso foi afastada da hidro, porque não se trata de fungo e como não molha a cabeça não tem problema. Uso shampoo específico e melhora. Achei ser porque quando lavo o cabelinho dela e apesar de curto isso prejudicaria também e comecei usar secador nos dias fios.

Depois, voltou a assar partes do rosto dela. Devido a estarem nascendo 3 dentes durante a noite ela saliva muito e acaba dormindo com o rostinho em cima, então fica úmido e como a saliva é ácida queima. Então passo um creme manipulado durante o dia depois de lavar com sabonete infantil seco e passo. À noite passo outro e melhora. Ajeito a posição dela à noite vendo que ensopa e dorme em cima, troco de posição e mesmo assim acontece.

Quem vê acha que ela apanhou. Ou que não cuido. Eu não me culpo mais. Culparia-me se fosse negligente, e sempre passo as pessoas envolvidas com os cuidados dela na escola o que acontece. Mas há coisas que não adianta a gente querer controlar. Hoje quando fui dar banho nela, vi que ao lado da cirurgia tinha uma ferida, e que ela tinha pus. Antes de me desesperar observei bem. Acontece que ela depois que fez a cirurgia de coluna, ficou com a pele fina no local da cirurgia, e no meio das costas devido ao curativo um pedacinho ficou fininho também, então qualquer atrito forma essa feridinha. Sempre passo o óleo, e seca. Observei novamente pra ver se de repente não era algum volume com u possível buraco e que saia fluído decorrente de algo interno. A gente sempre fica naquela né: Será? E ficamos preocupados. Mas cuidando, vi que não. Ufa! Não adianta se desesperar, a Jaque tem a pele sensível e tudo fica vermelho. As pessoas perguntam então qualquer coisa diferente eu aviso e sou avisada. A Jaque é toda delicadinha, dengosinha, mas é muito forte ao mesmo tempo. Eu faço a minha parte.

Adriana  21/05/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário