30 de maio de 2014

Acessibilidade um Direito de Todos. Melhoramento do atendimento ao Deficiente Físico.

Todas as pessoas tem o direito de ir e vir. Principalmente as pessoas com comprometimento motor, e esses não podem ser privados de todas as vivências.
Seria maravilhoso se todos os lugares se adequassem corretamente à essas pessoas. E mais importante do que isso, é de fato respeitar os DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA FÍSICA.

Diante de tantas falhas, a cada dia constato que a maior deficiência são as pessoas. Porque elas não fazem a mínima questão de melhorar a vida do outro, porque não vivem o problema.
Alguns locais preocupados de fato com esse respeito mais do que dizer que fazem isso precisam prestar muito atenção uma vez em que as pessoas não respeitam esse cidadão.

Sejam em vagas especiais, acentos, filas, e atendimento. Pessoas com Deficiência são pessoas como outra qualquer, apenas com dificuldades maiores e realidades e rotinas diferentes. Mas também são consumidores em potencial, frequentadores de ambientes, e praticantes de alguma atividade que o inclua de fato na sociedade.
Portanto, não adianta falar em ACESSO devemos pensar que ele deva ser real.
As pessoas devem respeitar, e não havendo esse respeito, é preciso conscientizar e cobrar pra que faça, senão o lugar é acessível apenas na teoria e não na prática.
Cabe a nós cobrar melhoramento em setores no qual transitam essas pessoas e sugerir ideias e mudanças.

Enquanto isso há muito o que se mudar nesse País, e me pergunto será que isso um dia vai mudar. Acho que culturalmente as pessoas esqueceram a gentileza e quando temos atos assim, ficamos surpreendidos.
Talvez porque as pessoas apenas olhem pro próprio umbigo. Mas não podemos nos conformar nem acomodar.

Pra mudar é preciso se colocar no lugar do outro, de como gostaria de ser tratado, o que faria pra ajudar ou melhorar e fiscalizar se ele está tendo o direito de ir e vir na prática. É preciso olho no olho, e não fingir que não vê essas pessoas tratando de igual pra igual. É preciso se adequar à essas pessoas, melhorar e capacitar as pessoas pra que atendam as pessoas com deficiência com respeito e dignidade.

O que desmotiva uma pessoa não é a condição dela e sim a falta de condição de prosseguir a sua vida de uma maneira ativa.

(Adriana  -23/10/2013)

Nenhum comentário:

Postar um comentário